Loft em Marvila, Lisboa

2014 - 2017
 

À semelhança de outras obras que se fizeram em Marvila, também aqui se interveio num antigo armazém de vinhos, embora neste caso se trate de um edifício de dois pisos em que o superior já continha habitação. Contudo, o estado de degradação em que a construção existente se encontrava era tal que obrigou à demolição do interior e da cobertura. Na reconstrução reproduziu-se o telhado pré-existente e a laje do piso intermédio mas com uma diferente estrutura – pernas de madeira na cobertura, que permitem libertar o espaço do vão do telhado, laje de betão sobre vigas BOYD no piso intermédio. O aproveitamento do vão do telhado e a supressão das paredes divisórias do 1º andar – à excepção de alguns espaços encerrados, nomeadamente um quarto, a lavandaria e duas instalações sanitárias – proporcionou um espaço de grande amplitude onde se criou um mezanino sob a zona da cumeeira que permite uma leitura global do espaço. O piso térreo foi mantido amplo para garagem ou outros usos ocasionais.A escolha dos materiais garante a compatibilidade com o pré-existente (argamassas de cal, madeiras, mosaico hidráulico) além de proporcionarem um ambiente particular na sua materialidade exposta (ferro, tijolo de burro, madeira) que evoca o passado industrial.

COORDENAÇÃO

Rui Reis Alves

Teresa Belo Rodeia

EQUIPA

arquitetura

Cátia Baltazar Ferreira

ESPECIALIDADES

Estrutura - Francisco Salpico
Água - Pedro Crespo
Esgotos - Pedro Crespo

CLIENTE

Particular

CONSTRUTORA

1º fase – estrutura e alvenarias – Marcelino & Rodrigues, lda
2º fase – administração directa

FOTOGRAFIA

Rui Cavaleiro