Estas duas casas foram projectadas para um terreno em Quintinhas da Verdizela – uma área de grandes lotes, ainda pouco construída, a nascente da urbanização da Aroeira. Podem definir-se como um conjunto de três volumes, articulados em Z, formando dois pátios que proporcionam privacidade a cada núcleo e estabelecem com o interior das casas uma grande fluidez.
A área de intervenção – marcada por uma plataforma de pedra, sobre a qual se colocam os volumes construídos e na espessura da qual se escavam as piscinas e se escondem as garagens – contrasta com o resto da parcela, intocada.

Os volumes construídos, de grande simplicidade, são marcados pelas coberturas de duas águas, que distinguem os dois núcleos, pelas subtracções que formam os alpendres e pelas subtis variações cromáticas entre os revestimentos de pedra, o reboco pintado e os telhados.

COORDENAÇÃO

Rui Reis Alves

Teresa Belo Rodeia

EQUIPA

arquitetura

Janine Ribeiro

PROMOTOR

Cobeng Construtora

Duas casas em Verdizela, Seixal

2010 - ...